Nós

Javier Manzano Brandoli (jbrandoli@viajesalpasado.com), editor e fotógrafo. Obras públicas em várias revistas de viagens e história para os anos. Passei um ano e meio excursionando África, Eu trabalhei como correspondente da O Mundo. Eu também viajou para a Ásia, América e na Europa. Visite diferentes partes do continente negro e em todo o mundo tem sido fascinante, mas você não ir muito longe para começar uma viagem, só precisa andar com os olhos dos viajantes. Eles andam sobre o olhar.

Ricardo Artigas Coarasa (rcoarasa@viajesalpasado.com), jornalista, é daqueles que acreditam que por trás de cada viagem é uma história que pista e na parte de trás de toda a história, uma empresa no valor de jornada. A manutenção desta filosofia, fim de embarcar em um projeto como "Travels to the Past" foi apenas uma questão de tempo. Com esse desejo ea convicção de que a aventura é qualquer passo que damos em direção ao desconhecido com curiosidade da infância, viajou tudo o que foi, sempre menor do que nós gostaríamos.

Grande parte dessas experiências são refletidas em diversas áreas neste site, que combina a paixão pela escrita eo enorme desejo de conhecer os lugares onde a história deixou a sua marca. Autor de“Viagem para a fonte do Nilo Azul. A rota pelo norte da Etiópia” (2013) e"Hernán Cortés. Os passos apagados " (2007), narrar viajar na trilha do conquistador de terras astecas Extremadura, também co-autor “11-M. O dia em que se levantou para terror solidariedade” (2004), um relatório sobre o coral 24 momentos-chave dos atentados de Madrid. Também, reuniu alguns de seus escritos viajantes "Mzungu mas a África. Jornada para a terra dos Maasai ", Órfão editor ainda. Com a esperança de que ainda há muito caminho a percorrer e algumas páginas para escrever, lançou com seu amigo Javier Brandoli, em março de 2010,Viajesalpasado.com tendo em conta que, como o grande Kapuscinski, "O mundo ensina a humildade".

Daniel Landa. (daniel.landa @ viajesalpasado.com) Jornalista e documentarista. Ele já dirigiu e fez várias expedições totalizando mais de 75 países ao redor do mundo. E 1999 empreendeu a viagem de carro para sua cidade natal sepEa, Palencia, Cingapura, no Sudeste da Ásia, produzindo a série documental "A viagem de três oceanos". E 2003 e 2004 fez várias viagens à Europa para o programa "Europe in the Mirror" de TVR.
Entre 2006 e 2008 comandou a etapa mais longa do mundo tem sido dito até o momento na TV. Uma terra de passagem, que inclui todas as rotas mais importantes do mundo, mais do que 100.000 quilômetros por estrada e 51 países. Nessa viagem levou a série "Um Mundo à Parte"Emitido 130 países através National Geographic, nos Estados Unidos em Univision e La 2 da TVE com notável sucesso de público.

 

Pesquisa realizadas:

Comentários (8)

  • iker

    |

    Olá
    Em febreo quer ir para a África para transformar de Alexandria a estreita d jibraltar. Para a África do Sul . Eu gostaria q me aconsejaseis por que frente yq lugares visitar , q também evitar conflitos, como Somália.
    Agora estou procurando carro pricipio e eu só, mas se alguém vem e dão boas-vindas que se encaixa . Graças Ikerlan

    Resposta

  • Javier Brandoli

    |

    Oi Iker, a grande viagem pela frente. Em conflito e as fronteiras que podem ser mais perigoso, infelizmente é muito variável. Neste momento, a República Centro-Africano. Sudão do Sul e Congo estão em conflito, mas em três meses pode ter sido normalizado e iniciar outra. Em seguida,, nordeste do Quênia, sua fronteira com a Somália (que está a melhorar) e Sahel são mais complicadas. Nigéria e Mali têm problemas de conflito relligiosos. Em qualquer caso, Há muitas pessoas fazendo rotas longas através de África e nada acontece. Na minha opinião você deve ter cuidado em apenas algumas áreas, mas sem medo.
    Nos sites que você visita, Eu sei que parte do Magrebe e os países do sudeste da África. Curso, Uganda, Zambia, Botsuana, Namíbia,Zâmbiaa, Malavi, África do Sul, Moçambique, Tanzânia e Zimbabwe são fantásticos. Cada um e cada uma delas tem lugares incríveis. Parques africanos são brutais e fora das rotas menos conhecidas eu recomendo dois sites: Epupa Cataratas, Um Namíbia, y Great Zimbabue, Zimbabué. A primeira é uma bela cachoeira, onde vivem os Himba; o segundo são os únicos importantes ruínas de uma civilização em toda a África do Sul.
    Abraço e boa sorte

    Resposta

  • Cristina

    |

    Oi Iker, e quais os requisitos que você precisa para cumprir o seu parceiro / a viagem?

    Resposta

  • Nicolas

    |

    Olá, meu sonho é cruzar do Alasca à Rússia a pé ou de barco, se você pudesse, e como você me informado na nota maravilhoso sobre Ilhas Diomedes, aparentemente, é quase impossível, descobri que foi uma decepção, mas qualquer informação que eu possa passar sobre mim vai ser muito útil para o dia a empreender a viagem dos meus sonhos, Acabei de encontrar a página ea verdade que é muito bom e super trabalho profissional. Muito obrigado. Atenciosamente!

    Resposta

  • Maria

    |

    Oi Iker. Y como van tu plan de viaje? Me gustaría saber mas, yo cuando era mas joven hice 3 viajes a Africa, como misionando por Kenya. Conoci sitios que jamas hubiera imaginado con gentes para mi totalmente fuera de mi realidad. Naci en BS As y me cris en la misma ciudad, pero mi padre me inculco el amor por los viajes y la aventura. Asi que se mis ojos y mis oídos, como el me ha dicho una vez! Graças,MA

    Resposta

  • Javier

    |

    Oi Javier! He descubierto esta web buscando información para mi viaje en coche de España a Asia. Me has resultado un fuente de inspiración para poder seguir con mi sueño de viajar, fotografia, escribir para contarlo. Espero algún día llegar a ser un gran profesional como tu. Saudações

    Resposta

  • Javier Brandoli

    |

    Hola tocayo, me quedo feliz de saber que soy una inspiración para que viajes y te vayas a Asia. VaP es una revista que busca exactamente eso. Si tienes el sueño de hacerlo no te bajes de él. Abraço, suerte y ojalá leamos un día acá tus relatos

    Resposta

  • miguel

    |

    ¿Jibraltar???

    Resposta

Escrever um comentário

Últimos Tweets

RT @ Viajespasado: La India cuando se visita por primera vez se descubre con las fosas nasales. Se están creando ciudades insostenibles que…

Ricardo Coarasa Ricardo Coarasa