O Macondo Africano: a ordem que paralisa boas

Para: Javier Brandoli (Fotos noahsboas.com)

informações título

conteúdo informações

Rafael, um dos guardas do hotel, Ex-sargento de guerra, repousa ao lado do tanque de água na colina ali Hotel. Ele se senta, olhando para frente, quando a cabeça de uma jibóia enorme aparece entre suas pernas. Uma cobra que já faz parte da paisagem da colina, sempre perdido nos arbustos próximos e há recorrentemente sobre beber. O guarda está paralisada, sobe lentamente com o corpo do réptil aproximando-se e começa a correr.

Às vezes você precisa de mil palavras para dizer sim e às vezes com a cabeça sim diz mais que mil palavras

A história que eu tenho dois outros guardas do turno da noite: Zacarias, um armário, e Bernardo, assim armário acima, mas mais velho e. O segundo eu acho que é o meu personagem favorito desta moro Macondo. Vá devagar com o seu velho chapéu de palha para o dia e sua vara de madeira e abrigo para a noite. Eu gosto de ouvi-lo explicar as coisas ritmo digressed, clareza de idéias que às vezes precisa de mil palavras para dizer sim e às vezes com a cabeça sim diz mais que mil palavras. Eu não trouxe com ele a questão nunca, Ana Paula, mas meu amigo me disse que uma noite ao contar por um incêndio que matou pessoas em lágrimas de guerra caíram dos olhos. Ele disse-me recentemente que ele tinha na guerra civil moçambicana dura uma metralhadora.

O importante não é a história que eu tenho brincadeira, é a sua conclusão. Tanto em um ponto na conversa explicou que Rafael é um novato que não sabe de nada e não sei o método para paralisar boas. Um já tem algum treinado e sabe que, para tal afirmação chega um momento fascinante. Como é. Zacarias Bernard e eu expliquei que as cobras estão paralisados, se você fizer um nó com uma folha de palmeira, para a boa e você pedir que você fique ainda. "Isso sempre funciona, todo mundo sabe. A jibóia é paralisado até que desfazer o nó ", Bernardo me garante que faz um nó com uma folha de palmeira para nós vermos. Não havia nenhuma dúvida em sua voz, alegou que como afirmando que o leite é branco e deixa a vaca. "Você pode ficar lá dias, incapazes de se mover ", Zacharias disse.

Para começar a duvidar de que os muçulmanos decidir onde chove hipopótamos caudas acenando com as mãos

Na realidade (olha outro post chamado Macondo Africano) Eu já a começar a duvidar de que os muçulmanos decidir onde chove hipopótamos caudas acenando com as mãos, areia vermelha que não é muito bom na sopa e boas não param quando você ordem com um nó em uma folha.

História mais uma coisa Bernardo. Um dia, estávamos em uma reunião com os guardas para discutir a segurança do hotel à noite. Ana Paula deu a palavra ao Chefe de Segurança, nossa Bernardo, que começa a explicar a retórica eterna a história do início deste lodge em que os bandidos chegaram à noite e cortou as duas mãos o guarda para roubar equipamentos de construção. A história era difícil, Bernardo disse-nos que o guarda sem as duas mãos correu atrás do ladrão e chamou. "Ele perdeu as mãos para o sono como o vilão não avisa. Ele adormeceu e quando tentam defender as duas mãos cortadas, ainda atingiu o bandido (esta palavra repetida muitas)". Eu estava escutando, pensando que ele deu uma palestra para seus jovens companheiros sobre a segurança e trabalho e responsabilidade, apenas um exemplo onde a falar tudo de uma vez. Ele contou uma história à sua maneira peculiar e na noite seguinte tivemos a todos os guardas que fazem rondas e perguntando se eles poderiam comprar catanas.

  • Compartilhar

Comentários (4)

  • Ann

    |

    Estou morrendo de vontade de ir!
    É, simplesmente, brilhante! Parabéns. Se te ECHA de menos

    Resposta

  • Juan Antonio Portillo

    |

    A verdade é que sentar-se para a noite por uma fogueira, com pessoas como Bernard e deixá-lo encantado com suas histórias e anedotas para ser sensacional. Fim, Javier, acabar tempero da sopa com terra vermelha (no me convida para comer nesse dia), fazendo danças do vento com hipopótamo caudas e amarração folhas de palmeira para paralisar Boas humanos e indesejável……… Boa história, como sempre. Um abraço

    Resposta

  • Javier Brandoli

    |

    A verdade é que eu estou ansioso para ver a boa e anexar a folha para ver se quando eu digo que ele pára pára. O problema é que como não fazer…
    PD. O que comer areia vejo ainda mais perto

    Resposta

  • Juan Antonio Portillo

    |

    …. vai ser o último recurso…. jogar fora o leite, Boa contanto que você não paralisaram você

    Resposta

Escrever um comentário

Últimos Tweets

Não os tweets encontrado.